Escala e dedilhado para violão

Na dica de hoje, iremos aprender associar, escala e dedilhado para violão para quem está iniciando do zero neste instrumento musical.

Estudar escala e dedilhado para violão, é uma maneira de desenvolver a técnica e a percepção melódica e harmônica, mesmo porque, os dedilhados são basicamente construídos através dos intervalos de um acorde.

A seguir gravei um podcast dando as dicas de como o iniciante irá fazer esta associação entre a escala e o dedilhado no violão.

Aperte o Play para ouvir as dicas.

Como ouvimos na gravação do podcast, existe uma associação técnica de mão direita e mão esquerda, onde a mão direita trabalha os dedilhados e a mão esquerda a escala.

Esta técnica de associação de mão direita e mão esquerda, o iniciante deverá praticar pelo menos alguns minutos diariamente, para adquirir a técnica e dessa maneira conseguir tocar o solos e fazer os acompanhamentos de suas músicas preferidas.

TOCANDO A ESCALA DE DÓ MAIOR COMO EXEMPLO.

Vamos utilizar os números que já conhecemos aqui no blog, e aplicar os mesmos na escala de dó maior. Caso você ainda não saiba como utilizar os números no braço do violão Acessa aqui.

Escala de dó maior.

53 – 40 – 42 – 43 – 30 – 32 – 20 – 21 – 20 – 32 – 30 – 43 – 42 – 40 – 53 :] 

DEDILHADO DE 6 NOTAS PARA VIOLÃO.

Tocando o dedilhado de 6 notas.

P – i – m – a – m – i

Como dissemos anteriormente, associar esse dedilhado a escala, é um excelente exercício para a pessoa desenvolver a sua técnica no violão.

Existem várias maneiras para o iniciante desenvolver a sua técnica no violão, e tocar as suas músicas e montar o seu repertório, esta é uma maneira simplificada e eficaz para quem está iniciando os seus estudos musicais neste instrumento musical do zero.

Dica: caso a pessoa estude pelo menos alguns minutos diariamente, logo irá perceber os ótimos resultados num espaço curto de tempo, e com isso facilitando o seu desempenho instrumental quando estiver tocando as suas músicas no violão.

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe com seus amigos(as), e também nas redes sociais.

Professor, José Conceição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *