Como trocar de acordes no violão sem parar o toque com a mão direita

Na dica de hoje iremos falar como trocar de acordes no violão sem parar o toque com a mão direita, para que o iniciante consiga dominar esta técnica.

Uma das situações que desanima quem está iniciando no estudo do violão ou mesmo da guitarra, é quando a pessoa sente dificuldades em fazer a troca dos acordes em um acompanhamento musical, mas nesta dica de hoje iremos falar de como resolver esta situação.

Vamos algumas dicas práticas.

Primeiro: o iniciante deverá escolher um ritmo fácil para tocar com a mão direita, como por exemplo: tocar com dedo polegar mão direita, da sexta corda para primeira corda, e com dedo indicador também da mão direita, da primeira para a sexta corda, até conseguir o completo domínio do movimento.

Aperte o Play no vídeo para ver as dicas de como executar o exercício.

Como foi dito no vídeo, executar os exercícios sem parar o toque com a mão direita, é de fundamental importância para dominar esta técnica tão importante em um acompanhamento musical.

Mesmo que o iniciante erre o acorde no momento da troca, não deverá parar o movimento com a mão direita, e dessa maneira, irá criar a independência e também a sincronização entre as mãos, direita e esquerda.

SELEÇÃO DE ACORDES PARA A PRÁTICA DIÁRIA NO VIOLÃO

Vamos selecionar alguns acordes sem o uso da pestana para o iniciante treinar essa técnica no seu dia a dia.

Todas as sequências deverão ser repetidas várias vezes, até dominar uma por uma.

Sequências em tons maiores.

Sequência 1: C // G 7 :] 

Sequência 2: D // A7 :]

Sequência 3: E // B7 :]

Sequência 4: G // D7 :]

Sequência 5: A // E7 :]

Sequências em tons menores.

Sequência 1: Am // E7 :]

Sequência 2: Dm // A7 :]

Sequência 3: Em // B7 :]

Sempre tocando estes acordes sem parar com o movimento na mão direita, para conseguir dominar a técnica e posteriormente estudar sequências também utilizando a pestana.

DICA DE MÚSICAS PARA INICIANTE TREINAR NO SEU DIA A DIA

Veja aqui - Além da voz

 

Vamos dar dicas de algumas músicas conhecidas e mais fáceis, para você treinar no seu dia a dia, sendo um iniciante no violão ou na guitarra.

Primeira música: Pra não dizer que não falei das flores, do compositor, Geraldo Vandré = tocar com esses acordes, Am // G

Segunda música: Casinha pequenina = tocar com esses acordes, Am // Dm // A7 // E7

Terceira música: Ciranda – Cirandinha = tocar com esses acordes, C // G7

Quarta música: O Cravo e a Rosa: tocar com estes acordes, C // F // G7// C7

Quinta música: Samba Le – lê: tocar com esses acordes, C // G7

Sexta música: No woman no cry, do compositor Bob Marley: tocar com esses acordes, C // G/b // Am // F // G7

Sétima música: Terezinha de Jesus: tocar com esses acordes, Am // E7 // Dm /) A7

Oitava música: amigo, do Roberto e Erasmo Carlos: Am // Dm // E7 // C // F // G7

Nona música: a Aasa, dos compositores, Toquinho e Vinícius de Moraes: C // F // G7 // G7

As sequências de acordes para fazer a troca em cada música, deverá ser percebida pelo próprio iniciante, através da percepção musical no acompanhamento.

Aqui no blog temos várias dicas de como fazer harmonizações musicais na prática. Para encontrar estas dicas, basta que a pessoa navegue na lateral deste blog em categoria.

Observação importante: todas as músicas citadas acima,m neste blog,serão utilizadas, estritamente para fins didáticos.

IMPROVISAR UMA MELODIA CANTANDO E FAZER O ACOMPANHAMENTO

Para fazer a improvisação cantando uma melodia e fazendo o acompanhamento, o iniciante no violão ou guitarra deverá seguir este procedimento: escolher uma sequência de acorde de sua preferência, utilizar apenas dois ou no máximo três. Tocar esses acordes por alguns minutos para que ouvido identifique o som de cada um deles. Inventar uma melodia cantando e fazer o acompanhamento utilizando os acordes estudados.

A pessoa que está iniciando, poderá também fazer esse tipo de exercício de improvisação, utilizando o canto ou mesmo assoviando, alguma melodia conhecida, ou criar na hora uma nova melodia de sua autoria.

Como sempre dissemos aqui em nossas dicas neste blog, é que, a improvisação musical, é uma ferramenta essencial para o desenvolvimento técnico, instrumental, e musical de quem está iniciando do zero, seja no violão, na guitarra, no piano, ou em qualquer outro instrumento musical.

Dica: pratica estes exercícios pelo menos alguns minutos todos os dias, e logo irá perceber os ótimos resultados.

Espero ter ajudado com a dica de hoje. 

Professor, José Conceição

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe com seus amigos e também nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *