Como tirar música de ouvido

Na dica de hoje,iremos aprender como tirar música de ouvido em tonalidades diferentes.

Vamos utilizar cinco qualidades diferentes para tocar uma mesma música.

Todas as 5 tonalidades estarão gravadas em podcast, facilitando assim para quem está iniciando no violão.

Tom homônimo de dó maior, que é escala de dó menor aqui.

Vamos tirar de ouvido a música Asa Branca de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira usando a escala de dó maior.

C // Dm // Em // F // G7 // Am / Bm7(b5) :]

Agora vamos tocar essa mesma música na tonalidade de sol maior. 

Música Asa Branca

G // Am // Bm // C // D7 // Em // D#m7(b5) :]

Vamos agora utilizar a escala de ré maior para tocar a música Asa Branca.

D // Em // F#m // G // A7 // Bm // C#m7(B7):]

Para a gravação 4 em podcast, iremos utilizar a escala de lá maior para tocar a música Asa Branca de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira.

A // Bm // C#m // D // E7 // F#m // G#m7(b5) :]

Trabalharemos agora a música Asa Branca de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, na tonalidade de mi maior, utilizando os mesmos graus das escalas anteriores.

E // F#m // G#m // A // B7 // C#m // D#m7(b5) :] 

DICA PARA TIRAR MÚSICA DE OUVIDO NO VIOLÃO E EM OUTROS INSTRUMENTOS MUSICAIS.

Dica 1) o iniciante deverá observar se o seu instrumento musical está devidamente afinado.

Dica 2) antes de pegar o instrumento musical para tirar a música de ouvido, o iniciante deverá ouvir a música várias vezes e aprender a canta-lá.

Dica 3) escolher a tonalidade mais confortável,tocar e cantar o nome dos acordes várias vezes.

Dica 4) começar a cantar a música e testar o primeiro, o quarto e o quinto grau da escala para ver se encaixa na música, caso contrário utilizar os outros acordes da mesma escala.

Dica 5) caso não encontre o acorde desejado dentro da própria escala, utilizar o tom homônimo da escala em que está trabalhando e também os tons vizinhos.

Observação importante: em uma mesma escala, existem acordes com sons parecidos, e o iniciante deverá prestar bastante atenção para não confundir na hora de fazer as suas harmonizações e acompanhamentos musicais.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe com os seus amigos(as), e também nas redes sociais.

Professor José Conceição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *