Como identificar o som de um acorde

Na dica de hoje, iremos aprender como identificar o som de um acorde, seja ele, maior, menor, maior com sétima menor, ou diminuto.

Para fazermos  um acompanhamento musical, seja no violão, na guitarra, no piano, ou qualquer outro instrumento de harmonia, é de suma importância que, consigamos perceber o som de cada acorde, para poder encaixar na melodia em que estivemos fazendo o acompanhamento.

É muito comum, o iniciante começar os seus estudos musicais, seja ele no violão ou qualquer outro instrumento, aprender vários acordes, vários ritmos, mas no momento  de fazer uma harmonização musical, tem muita dificuldades, apesar de todo o conhecimento harmônico e rítmico.

Não adianta muito, ter todo o conhecimento harmônico, ritmo e teórico, se a pessoa não trabalhar a educação do seu ouvido musicalmente.

Quando estamos fazendo um acompanhamento musical, dependemos da percepção no momento de fazer a troca dos acordes, e quem vai nos orientar, é o nosso OUVIDO, e para isso, precisamos que o mesmo esteja educado melodicamente e harmonicamente.

A seguir, gravei um vídeo dando dicas de como trabalhar a educação do ouvido musicalmente nos acordes maiores,menores, maiores com sétima menor, e diminuto.

Aperte o Play no vídeo para ver as dicas.

Como foi dito no vídeo, trabalhar a percepção harmônica e melódica para educar ouvido musicalmente, é de suma importância no momento de fazermos as harmonizações musicais e os acompanhamentos.

ACORDES PARA A PRÁTICA DIÁRIA DE PERCEPÇÃO HARMÔNICA

Vamos agora treinar quatro acordes diferentes, utilizando a mesma tônica, quer dizer, o mesmo baixo.

Primeiro acorde,dó maior =C

Segundo acorde,dó menor = Cm

Terceiro acorde, dó7 = C7

Quarto acorde, dó diminuto = C°

Treinar sequencialmente.

C // Cm // C7 // C° :]

É é de suma importância que, o iniciante pratique este exercício todos os dias, desta maneira logo irá dominar a percepção de cada acorde citado acima.

Observação importante: praticamos os acordes todos em Dó, mas a intenção é a percepção de um acorde maior e de um acorde menor, dessa maneira o ouvido estará preparado também para identificar outros tipos de acordes em tonalidades diferentes.

PRÁTICA DE HARMONIA E IMPROVISAÇÃO

Estudar harmonia e improvisação musical desde o início, é de suma importância para a evolução de quem está iniciando do zero.

O iniciante poderá também utilizar de cada acorde dado acima, para praticar improvisação com as notas de cada um dos mesmos.

Dica: o aluno poderá gravar cada um dos acordes separadamente, colocar para tocar e ficar improvisando tocando as mesmas notas que compõem o acorde.

Exemplo 1: C 

Para esse acorde de dó maior, tocaremos as notas. Dó – Mi – Sol – Dó

Exemplo 2: Cm

Para este acorde de dó menor, tocaremos as notas. Dó – Mib – Sol – Dó

Exemplo 3: C7 

Para esse acorde de dó maior com sétima menor, tocaremos as notas. Dó – Mi – Sol – Sib

Exemplo 4: C°

Parece acorde de dó diminuto tocaremos notas. Dó – Mib – Solb – lá

Perceba que, podemos treinar os acordes de duas maneiras. Tocando todas as notas ao mesmo tempo, e também tocando uma nota de cada vez.

COMO HARMONIZAR UMA MÚSICA

A partir do momento em que, a pessoa já consiga identificar o som de um acorde maior e um acorde menor, este é o momento de começar a fazer os acompanhamentos musicais.

Respondendo à pergunta de como harmonizar uma música.

Existem várias maneiras para encontrar os acordes e fazer o acompanhamento de uma melodia.

Primeiro: a pessoa deverá aprender cantar a música do começo ao fim.

Segundo: tentar encontrar o baixo, e em cima do mesmo, montar o acorde maior ou menor na mudança.

Terceiro: tentar tocar o acorde completo no momento em que o ouvido perceber a mudança.

Resumo: no acompanhamento, o iniciante deve encontrar o baixo do acorde e montar o mesmo no momento da troca, ou tente tocar o acorde completo sem montar o mesmo através do baixo, e sim o bloco do acorde completo.

Existem outras maneiras para encontrar o acorde para fazer o acompanhamento de uma melodia, mas com estas duas técnicas citadas acima, irá facilitar bastante para quem está iniciando no violão, na guitarra, e também em outros instrumentos musicais.

AS MELHORES MÚSICAS PARA O INICIANTE FAZER OS PRIMEIROS ACOMPANHAMENTOS MUSICAIS

As melhores músicas para os iniciantes começarem a fazer os seus acompanhamentos musicais, são aquelas músicas que contém poucos acordes, de preferência dois ou no máximo três.

Dicas de músicas para começar.

 Ciranda – Cirandinha = usar estes acordes, C // G7

Cai Cai Balão = usar esses acordes, C // G7

O Cravo e a Rosa = usar esses acordes, C // F // G7

Samba Lelê = usar esses acordes, C // G7

Nesta rua = usar esses acordes, Am // E7 // Dm

Estas foram algumas músicas para o iniciante começar a montar o seu repertório musical, mas o mesmo deverá pesquisar várias outras para dar prosseguimento.

Se você gostou dessa dica de hoje, divulgue para os seus amigos e também nas redes sociais.

Navegue também na lateral deste blog em categoria, onde irá encontrar várias dicas para iniciantes e também avançados no violão.

Professor, José Conceição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *