Como aprender tocar violão e guitarra por números

Na dica de hoje iremos entender como aprender tocar violão e guitarra por números, facilitando assim a vida de quem está iniciando os seus estudos musicais.

Estudando através dos números, não irá substituir a partitura musical e também as cifras e a tablatura, mas para quem está iniciando os seus estudos musicais no violão ou na guitarra, entender o sistema numérico no braço do instrumento é de suma importância.

A partir do momento em que, o iniciante entenda como anotar os acordes e as melodias através dos números, os estudos diários ficaram bem mais tranquilo.

Exercício,

Nome das cordas do violão e da guitarra.

Primeira corda mi, segunda acorda dia, terceira corda sol, quarta corda ré, quinta corda lá, sexta corda mi.

Número correspondente a cada corda solta no violão e na guitarra.

Número 10 primeira corda solta, número 20 segunda corda solta, número 30 terceira corda solta, número 40 quarta corda solta, número 50 quinta corda solta, número 60 sexta corda solta.

Observe que: todos os números contém o zero, que corresponde as cordas soltas do violão e da guitarra.

Vamos aqui dar outro exemplo tocando a escala de mi menor natural da sexta corda até a primeira corda através dos números.

Número 60 tocar a sexta corda solta, número 61 tocar a sexta corda apertando com o dedo 1 da mão esquerda na primeira casa da sexta corda no violão, número 63 apertar com o dedo 3 na sexta corda do violão na casa 3, 50 tocar a quinta corda solta, 52 apertar com o dedo 2 da mão esquerda a quinta corda na segunda casa, 53 apertar com o dedo 3 da mão esquerda na quinta corda terceira casa, 40 tocar a quarta corda solta, 42 apertar a quarta corda na segunda casa com o dedo 2 da mão esquerda, 43 apertar com o dedo 3 da mão esquerda a quarta corda na terceira casa, 30 tocar a terceira corda solta, 32 apertar com o dedo 2 da mão esquerda a terceira corda na segunda casa, 20 tocar a segunda corda solta, 21 apertar com o dedo da mão esquerda a segunda corda na primeira casa, 23 apertar com o dedo 3 a segunda corda na terceira casa, 10 tocar a primeira corda solta, 11 apertar a primeira corda com o dedo 1 da mão esquerda na primeira casa, 13 apertar com o dedo 3 a primeira corda na terceira casa do violão ou daqui terra. 

Resumo: 60, 61, 63, 50, 52, 53, 40, 42, 43, 30, 32, 20, 21, 23, 10, 11, 13, 11, 10, 23, 21, 20, 32, 30, 43, 42, 40, 53, 52, 50, 63, 61, 60.

Pratique esta escala através dos números, do grave para o agudo, e voltando o grave várias vezes todos os dias, para desenvolver a parte técnica no instrumento.

A seguir, gravei um vídeo dando as dicas de como trabalhar o sistema numérico no braço do violão, e também no braço da guitarra.

Aperte o play no vídeo para ver as dicas.

Como foi dito no vídeo, esta é uma técnica para simplificar os estudos diário de quem está iniciando do zero nestes dois instrumentos musicais citados, que em nosso caso é ao violão e a guitarra.

MÚSICAS FÁCEIS PARA QUEM ESTÁ INICIANDO NO VIOLÃO E NA GUITARRA

Na verdade, as melhores músicas para aprender tocar no violão e na guitarra para quem está iniciando, são aquelas músicas que a pessoa conhece e saiba cantar.

Quando o iniciante sabe cantar uma música, facilita bastante na hora em que estiver estudando a mesma, seja no violão ou na guitarra.

Vamos dar dicas de algumas músicas fáceis para quem está começando do zero no violão e na guitarra, ou em qualquer outro instrumento musical.

Músicas conhecidas e fáceis de tocar.

  • Ciranda Cirandinha
  • Cai Cai Balão
  • O Cravo e a Rosa
  • Peixe vivo
  • Samba Lelê
  • Asa Branca, do compositor Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira.
  • Para não dizer que não falei das flores, do compositor, Geraldo Vandré

Solo em número da música Nesta Rua

42 – 42 = 32 – 32 – 42 – 53 – 50 – 53 – 30 – 43 – 42 – 52 – 42 – 42 – 20 – 20 – 31 – 42 – 43 – 42 – 21 – 20 – 32 – 42 – 42 – 32 – 32 – 21- 20 – 32 – 30 – 43 – 42 – 30 – 43 – 43 – 43 – 42 – 20 – 21 – 42 – 40 – 53 – 52 – 50 – 42 – 42 – repetir do 32 lá no início. 50 – 32 –

Estas foram dicas de algumas músicas fáceis para o iniciante começar a montar o seu repertório musical, mas caso o mesmo não deseja tocar nenhuma dessas músicas citadas acima, poderá escolher as suas próprias músicas, mas que saiba cantar, para facilitar o entendimento na hora da execução das mesmas.

A pessoa que está iniciando do zero, poderá fazer uma pesquisa e selecionar várias músicas tradicionais, e ir montando o seu repertório estudando uma por uma, desta maneira em pouco tempo obterá ótimos resultados estudando apenas alguns minutos todos os dias.

COMO TIRAR MÚSICA DE OUVIDO NO VIOLÃO E NA GUITARRA

Para tirar música de ouvido, é de suma importância que o mesmo esteja educado musicalmente.

Para educar o ouvido musicalmente, usamos exercícios de percepção musical, onde o estudante irá trabalhar intervalos de acordes e também melódicos.

Geralmente trabalhamos a percepção musical, através das sequências harmônicas e também dos intervalos das escalas.

Dica: para educar ouvido musicalmente e conseguir fazer acompanhamentos usando o violão ou a guitarra, é de suma importância que, o iniciante cante cada acorde que tocar no instrumento, desta maneira irá educar o seu ouvido harmonicamente, facilitando na hora de fazer os acompanhamentos musicais.

Para tocar frases melódicas, o iniciante deverá estudar as escalas maiores e menores, cantando o nome de cada nota, desta maneira também irá facilitar no momento em que estiver tirando melodias de ouvido, usando o violão e também a guitarra, ou mesmo qualquer outro instrumento musical.

Resumindo: a pessoa que está iniciando os seus estudos musicais, deverá sempre cantar o nome de cada acorde, e também de cada nota melódica que tocar em seu instrumento musical, desta maneira em pouco tempo irá conseguir educar o seu ouvido musicalmente, facilitando para conseguir tirar as suas músicas preferidas de ouvido.

COMO PRATICAR HARMONIA E IMPROVISAÇÃO NO VIOLÃO E NA GUITARRA

Sempre que estamos procurando notas no violão e na guitarra para criar uma frase musical, estamos na verdade praticando improvisação, e isso é super importante para a educação do ouvido musicalmente e para o desenvolvimento da técnica instrumental.

Dica: o iniciante poderá gravar uma sequência de acordes, colocar para tocar e depois ir improvisando em cima destes acordes, utilizando as notas de cada um dos mesmos.

Praticar improvisação utilizando a notas dos acordes, é de suma importância, porque desta maneira a pessoa estará trabalhando sempre os intervalos musicais.

ESCALAS PARA PRATICAR HARMONIA E IMPROVISAÇÃO NO VIOLÃO E NA GUITARRA

Todas as escalas maiores e menores, são interessantes para fazer improvisação musical, mas existem aqueles músicos que preferem as escalas pentatônicas em suas improvisações musicais.

Escolher uma ou outra escala para praticar improvisação, depende também da linguagem musical que será desenvolvida.

Na verdade, o instrumentista deverá conhecer todas as modalidades de escalas maiores e menores, e utilizar a escala que encaixa na linguagem musical que irá desenvolver.

Escalas mais usadas na improvisação musical.

  • Escala diatônica maior
  • Escala diatônica menor natural
  • Escala menor harmônica
  • Escala menor melódica
  • Escala pentatônica maior e menor
  • Escala penta blues
  • Escala de tons inteiros
  • É possível também praticar improvisação musical através da escala cromática

QUAIS AS MELHORES SEQUÊNCIAS HARMÔNICAS PARA TOCAR NO VIOLÃO E NA GUITARRA TODOS OS DIAS

Podemos criar várias sequências harmônicas utilizando as escalas maiores e menores.

Algumas sequências harmônicas mais usadas. 

Vamos dar alguns exemplos na escala de dó maior. Sinal de repetição da sequência :]

  1. C // G7 // C // C7 // F // :]
  2. C // Dm // G7 :]
  3. C // F // C // G7 :]
  4. C // Am // Dm // G7 :]
  5. C // G7 // F :]
  6. C // Em // F // Dm // G7 :]
  7. C // F // G7 :]

Vamos agora dar exemplos de sequências harmônicas na escala de lá menor.

  1. Am // E7 :]
  2. Am // Dm // E7 :]
  3. Am // G7 // F // E7 :]
  4. Am // F // E7 :]
  5. Am // C // F // E7 :]
  6. Am // F // Dm // E7 //
  7. Am // C // Dm // E7 :]

Estas foram algumas sequências harmônicas para o iniciante praticar no dia a dia, mas a pessoa poderá criar também as suas próprias sequências harmônicas, inclusive utilizando outras escalas maiores e menores.

Espero ter ajudado com a dica de hoje.

Professor, José Conceição

Espero ter ajudado com as dicas de hoje.

Professor, José Conceição

Se você gostou deixe o conteúdo, divulgue para os seus amigos(as), e também nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *